26 setembro 2013

A Busca do Ser.

Sob influência de vários fatores da sociedade contemporânea, muito se discute acerca da perda de identidade, uma banalização do ser, onde a apropriação da imagem se torna comum. Vivemos em um mundo em que ser “diferente” se torna vulgar, um tempo em que se apoderar da imagem alheia lhe concede um status na perante grande parte da sociedade alienada.
Parte de toda essa problemática se deve a globalização, que a cada dia avança com a ajuda de meios como a internet, mídia em geral.
Tentar achar um meio de sair dessa alienação que paira sobra à sociedade, não é uma tarefa fácil para ninguém, levando em conta tudo o que nos cerca, todas as coisas das quais somos dependentes, todos os espelhos não conquistados.

Buscar espaço e tempo para refletir sobre o mundo em que vivemos, é um ponto de partida, algo em que se apoiar, não para achar as respostas da charada, mas para ir atrás das perguntas que não nos fazemos.


A ideia de uma projeção, veio como ponto chave na tentativa de construir uma narrativa visual sobre essa questão tão complexa, mas ao mesmo tempo tão presente no cotidiano de todos, assim como as fotografias 3x4. Um assunto não muito abordado no dia a dia mas que a todo tempo nos influencia, e nos torna influenciáveis. A identidade, uma coisa tão particular, no sentido de conceitos, valores, tem se mostrado fragmentada nesse contexto de globalização, vem sendo moldada facilmente por culturas e costumes de outras nações, uma apropriação de ideais, e uma perda de individualidade, em um mundo onde se te acesso a tudo em menos de um minuto, a tendência é cada vez mais o conceito de identidade hibrida apareça com mais frequência na sociedade contemporânea.


video

- Trabalho desenvolvido por Breno Canedo.


 Licença Creative Commons

Related Articles

Um comentário:

Popular Posts